Quarta Feira, 17 de Janeiro de 2018
   
Fonte +/-
 
Facebook Whatsapp
67.9292.7095

Busca no site

Cachorros terão espaço de convívio nas praças públicas de Campo Grande

A Prefeitura lançou nesta segunda-feira (11) o programa “Pracão”, que institui que as praças e parques públicos da Capital deverão possuir um espaço cercado para livre convívio de cães e seus donos.
alt

O projeto de lei que originou o “Pracão” institui que a Prefeitura deverá designar sete praças ou parques que irão receber o espaço de convívio de cães, uma em cada região da Capital (Imbirussu, Lagoa, Prosa, Centro, Anhanduizinho, Bandeira e Mata do Segredo).

No espaço do “Pracão”, não será necessário uso de guias ou coleiras. Nos locais, a Prefeitura diz que podem ocorrer feiras de doações, campanhas de vacinação e orientação veterinária, sem fins lucrativos.

Empresas e instituições privadas podem “adotar” os espaços para sua manutenção, conforme a lei que autoriza o projeto. As parcerias servirão para “não onerar os cofres públicos”, atribuindo as despesas às empresas.

 

Por fim, o projeto institui que no espaço do “Pracão” poderão ser ofertadas cinoterapias, que é a terapia para cães adestrados. As terapias serão oferecidas por meio de convênios, de forma gratuita.

Prevenções

O projeto estabelece proibição à utilização do espaço do “Pracão” para cães das raças pit bull, mastim napolitano, rottweiler, dobermann e bull terrier, que estiverem sem fucinheira ou conduzidos por menores de 16 anos.

A proibição vale inclusive para os cruzamentos de cães dessas raças. Segundo o projeto, a proibição se dá “em relação ao temperamento do animal, sendo os mesmos um tanto agressivos ao convívio com as demais raças e até com os seres humanos”.

O projeto também proíbe que cães no cio entrem no “Pracão”. Os donos dos animais devem se responsabilizar pelo recolhimento das fezes dos cachorros, que deverá ser depositado em espaço próprio.

Política

Destaque

Informação sobre condenação do vereador Lucas de Lima (SD) foi entregue na manhã desta terça-feira (16) pelo suplente do parlamentar, o ex-vereador Eduardo Cury (SD), mas o presidente da Câmara Municipal, João Rocha (PSDB) ainda não teve acesso. ...

Leia mais...

As pequisas podem mudar o cargo de disputa do juiz federal aposentado Odilon de Oliveira (PDT) nestas eleições. O pré-candidato a governo de Mato Grosso do Sul confirmou que apesar de não se falar no momento em candidatura ao Senado, há a possibilidade...

Leia mais...

Marun durante reunião com dirigentes da CNM (Foto: Agência CNM)

Leia mais...

A arrecadação do Regis (Programa de Recuperação Fiscal de Mato Grosso do Sul) ultrapassou o valor previsto e chegou aos R$ 173 milhões. O balanço parcial foi divulgado pelo governo do estado nesta quarta-feira (27).   A...

Leia mais...

A primeira chapa para as eleições do ano que vem já está sendo articulada. Como pré-candidato ao Governo de Mato Grosso do Sul está o ex-juiz federal Odilon de Oliveira (PDT) e para o Senado, o pré-candidato à reeleição, Pedro Chaves (PSC). Os dois...

Leia mais...

JORNAL FEITOMS

Banner
Banner

Login Form