Domingo, 17 de Dezembro de 2017
   
Fonte +/-
 
Facebook Whatsapp
67.9292.7095

Busca no site

Apesar do desgaste, PMDB ainda nutre esperança na recuperação de André

altPresidente regional do PMDB, Júnior Mochi (Foto: Divulgação )

Apesar de todo o desgaste político com a repercussão negativa na imprensa nacional após a prisão do ex-governador André Puccinelli, ocorrida na terça-feira (14),  algumas lideranças do PMDB ainda nutre esperança na recuperação do correligionário, visto como principal nome do partido para disputar o governo de Mato Grosso do Sul nas eleições de 2018. 

 

Pelo menos é essa a linha de raciocínio do presidente da Assembleia Legislativa, Junior Mochi, e do deputado federal Carlos Marun. 

 

“André é o nosso principal líder político”, acredita Mochi, que embora publicamente defenda a tese de candidatura própria, tem fortes ligações com o governador Reinaldo Azambuja (PSDB), em pré-campanha à reeleição.. 

 

Mochi, inclusive, é interlocutor  das negociações para unir PMDB e PSDB no próximo pleito, proposta que agrada a boa parte dos peemedebistas. 

 

Para analistas, a prisão de André Puccinelli, embora meteórica, representa uma ducha de água fria nas pretensões do ex-governador que, apesar de pressionado a candidatar-se, sempre teve dúvidas sobre sua participação no próximo pleito.

 

HABEAS CORPUS 

 

O habeas corpus impetrado pela defesa de André Puccinelli foi concedido na quarta-feira (15) pela manhã pelo TRF-3) Tribunal Regional Federal). O advogado Renê Siufi confirmou há pouco a decisão dada pelo desembargador Paulo Pontes.

 

O pedido foi feito pelo advogado Antonio Mariz, amigo pessoal do presidente Michel Temer. O teor da decisão, e se ela impõe medidas cautelares, tal como o uso de tornozeleira, ainda não são conhecidos. 

 

Sabe-se apenas que André Puccinelli e o filho devem comparecer em juízo, entregar os passaportes e estão proibidos de deixar o país.

 

O TRF3 irá enviar ainda hoje o alvará de soltura para a justiça federal em Mato Grosso do Sul, para que os dois possam deixar o Centro de Triagem.

 

A Polícia Federal cumpriu mandado de prisão preventiva contra André Puccinelli nesta terça, durante a Operação Papiros de Lama, 5ª fase da Operação Lama Asfáltica. O ex-governador e seu filho André Puccinelli Junior foram transferidos durante a noite para o Centro de Triagem no complexo penitenciário no Jardim Noroeste.

 

Conforme a PF, a operação tem como alvo uma organização criminosa que teria causado pelo menos R$ 235 milhões em prejuízos aos cofres públicos. Bens das pessoas investigadas, que somam R$ 160 milhões, foram bloqueados.

 

André seria o beneficiário e garantidor do esquema de propina com a JBS, que teria repassado no mínimo R$ 20 milhões

Política

Destaque

Convenção do PMDB confirmou André Puccinelli como Presidente O ex-governador André Puccinelli foi eleito presidente do PMDB na convenção que aconteceu neste sábado (2), na Associação Nipo Brasileira em Campo Grande.    Na...

Leia mais...

Aécio Neves foi gravado pelo empresário Joesley Batista pedindo R$ 2 milhões (Foto: G1) Um relatório elaborado pela Polícia Federal após a análise de objetos e documentos que foram apreendidos no apartamento do senador Aécio Neves...

Leia mais...

A possível indicação do deputado federal Carlos Marun (PMDB) para o cargo de ministro do presidente da República Michel Temer “aproxima” ainda mais a deputada federal Tereza Cristina, hoje sem partido, dos peemedebistas.  A deputada analisa...

Leia mais...

JORNAL FEITOMS

Banner
Banner

Login Form