Sbado, 20 de Janeiro de 2018
   
Fonte +/-
 
Facebook Whatsapp
67.9292.7095

Busca no site

Governo tenta hoje destravar ferrovia e ampliar ICMS do gás

O governo do Estado busca hoje, em Brasília, apoio para destravar dois grandes gargalos da economia: a reativação da ferrovia e o aumento na importação de gás da Bolívia.

Os dois temas nortearão encontro, nesta terça-feira, entre o presidente da República, Michel Temer, e o presidente boliviano, Evo Morales. A reunião está prevista para as 8 horas, em Brasília. De Mato Grosso do Sul, participam o governador Reinaldo Azambuja e o secretário de Produção e Meio Ambiente, Jaime Verruck. 

O chanceler boliviano, Fernando Huanacuni, informou que Evo e Temer abordarão temas como a união do Brasil ao projeto do trem bioceânico, que prevê uma ligação do porto brasileiro de Santos com o peruano de Ilo, passando pela Bolívia, com uma extensão de 3.755 quilômetros.

Na visita, será assinado acordo para formação de um grupo que estudará formas de viabilizar a construção do Corredor Bioceânico. O documento será assinado pelos ministros dos Transportes dos dois países.

No mais, Evo e Temer deverão tratar da renovação do contrato de venda de gás para a Petrobras, desta vez, possivelmente incluindo novos compradores.

A Petrobras deve aumentar a importação do gás natural da Bolívia neste fim de ano. Conforme informações da Companhia de Gás de Mato Grosso do Sul (MSGás), a possibilidade de aumento da importação acima dos 30 milhões de metros cúbicos ao dia, previsto no contrato com a Bolívia, foi comunicada em reunião com o governo do Estado e pode se estender até abril de 2018. 

Política

Destaque

Informação sobre condenação do vereador Lucas de Lima (SD) foi entregue na manhã desta terça-feira (16) pelo suplente do parlamentar, o ex-vereador Eduardo Cury (SD), mas o presidente da Câmara Municipal, João Rocha (PSDB) ainda não teve acesso. ...

Leia mais...

As pequisas podem mudar o cargo de disputa do juiz federal aposentado Odilon de Oliveira (PDT) nestas eleições. O pré-candidato a governo de Mato Grosso do Sul confirmou que apesar de não se falar no momento em candidatura ao Senado, há a possibilidade...

Leia mais...

Marun durante reunião com dirigentes da CNM (Foto: Agência CNM)

Leia mais...

A arrecadação do Regis (Programa de Recuperação Fiscal de Mato Grosso do Sul) ultrapassou o valor previsto e chegou aos R$ 173 milhões. O balanço parcial foi divulgado pelo governo do estado nesta quarta-feira (27).   A...

Leia mais...

A primeira chapa para as eleições do ano que vem já está sendo articulada. Como pré-candidato ao Governo de Mato Grosso do Sul está o ex-juiz federal Odilon de Oliveira (PDT) e para o Senado, o pré-candidato à reeleição, Pedro Chaves (PSC). Os dois...

Leia mais...

JORNAL FEITOMS

Banner
Banner

Login Form